História - Santuário Nossa Senhora dos Remédios

História


Cronologia de Nossa Senhora dos Remédios em Araucária

A paróquia de Nossa Senhora dos Remédios de Araucária, é a 5ª mais antiga do Brasil, com este título. Criada oficialmente em 28/02/1855.

No ano de 1793, surge à primeira capelinha em honra a Nossa Senhora da Luz de Tindiquera, em Araucária. Em 1837, ela recebe o título de Capela Curada. E no dia 20/03/1842, a capela passa a se chamar Nossa Senhora dos Remédios de Yguassu.

O primeiro sacerdote a residir em Araucária, em 1844, foi o padre espanhol, Pe. Manoel José Cabesas de Castro.

No dia 28/02/1855, ocorre a criação oficial da Paróquia Nossa Senhora dos Remédios de Yguassu, sendo o primeiro vigário interino o Pe. Isaías Ribeiro de Andrade e Silva.

Em 1867, há o inicio da segunda reconstrução da igreja, por intermédio do padre João Guerra. Foi concluída em 1903, já na gestão do padre José Anusz e do seu sucessor, Monsenhor José Norch.

Em 1882, acontece a Primeira Crisma, com a primeira visita Pastoral de D. Lino Deodato Rodrigues de Carvalho (09º) Bispo de São Paulo à Araucária.

No período de 1891 a 1904, o padre polonês, Pe. Francisco José Soja é nomeado vigário para atender a colônia polonesa, dando inicio há terceira reconstrução da Igreja.

A realização da primeira festa de Nossa Senhora dos Remédios ocorreu no dia 22/10/1904.

No dia 11/06/1941, há a concessão da Paróquia Nossa Senhora dos Remédios aos padres Vicentinos – Congregação da Missão, e posse do primeiro Vigário Pe. Afonso Paszkiewicz, C. M (1941 – 1951). Em 1942, com o padre Afonso Paszkiewicz, a matriz recebeu novos sinos para a torre, harmônio de dois teclados, pintura externa e nova pia batismal. Mais tarde, ainda na sua gestão, foi construída uma ampla casa paroquial.

É sabido que em 1953, foi aprovada à Lei n. 135, que criava o dia da Padroeira e, também, o feriado municipal de Nossa Senhora dos Remédios.

Em 1954, o Padre João Palka, C. M, inicia a quarta reconstrução da Igreja Matriz, que é concluída pelo padre Francisco Wierzba, C. M, em 1959; sendo está a última grande obra que traz as características arquitetônicas do templo atual.

Segundo o Sr. Alexandre Mikosz, pedreiro que participou da construção da atual Igreja Matriz, a obra levou 12 anos para ser concluída, levando-se em conta todo o acabamento.

Em 10/08/2007, através da Lei 1.752/2007, o dia 30 de outubro é decretado feriado municipal, em louvor a Nossa Senhora dos Remédios, Padroeira do Município de Araucária, Paraná. A referida Lei foi sancionada pelo Prefeito Olizandro José Ferreira (Diário Oficial n° 7540/2007)

Em 27/05/2011, a Paróquia Nossa Senhora dos Remédios foi declarada de utilidade pública através daLei 2.340/2011, publicada no Diário Oficial do Município de Araucária. A referida Lei foi sancionada pelo Prefeito Albanor José Ferreira Gomes (Diário Oficial n° 1553/2011).

A elevação canônica de Paróquia para o título de Santuário foi no dia 29 de Outubro de 2014 (107ª Festa da Padroeira) por Dom Ladislau Biernaski, bispo diocesano, no nono ano do pontificado do Papa Bento XVI na administração pastoral do Padre Francisco Mazur, C.M.

Uma grande reforma geral na estrutura da Igreja foi feita nos anos de 2014 à 2015, como troca do telhado e uma ampla reforma interna, tal como a construção do altar-mor da Igreja. O Santuário foi reaberto no dia 25 de Outubro de 2015 à comunidade após 4 meses de obras na administração pastoral do Padre Antonio Carlos Iancoski Portes, C.M.

Confiram algumas fotos do Santuário:
Fotos: Gregory Estevam de Macedo (PASCOM)

A Imagem

 

 

A imagem de Nossa Senhora dos Remédios que está em Araucária é de madeira, tem 27 cm de altura, e mostra a Virgem Maria com o Menino Jesus no braço esquerdo e, o cálice, na mão direita.

 

 

 

 

 


Histórico de Padres

Padre Manoel José Cabesas de Castro (1844)
Padre Isaías Ribeiro de Andrade e Silva (1855)
Padre João Guerra (1867)
Padre José Anusz (1903)
Padre Francisco José Soja (De 1891 até 1904)

Párocos pela Congregação da Missão Província do Sul

Padre Afonso Paszkiewicz (De 1941 até 1951)
Padre Tadeu Dziedzic (De 1951 até 1954)
Padre João Palka (De 1954 até 1956)
Padre Francisco Wiersba (De 1956 até 1961)
Padre João Palka (De 1961 até 1965)
Padre Paulo Paszyna (De 1965 até 1970)
Padre Lourenço Biernaski (1970)
Padre Félix Stefanowicz (De 1970 até 1973)
Padre André Kaminski1 (De 1973 até 1974)
Padre Euzébio Spisla (De 1975 até 1980)
Padre Pedro Speri (De 1980 até 1983)
Padre Mário Andrzyewski  (De 1983 até 1984)
Padre Valentim Szychta (1985)
Padre Eugenio Wisniewski (De 1985 até 1987)
Padre Geraldo Valenga (De 1987 até 1989)
Padre Mizael Pugioli (De 1989 até 1991)
Padre João Novak (De 1991 até 1993)
Padre Aldo Seidel (De 1993 até 2004)
Padre José Carlos Fonsatti (De 2004 até 2005)
Padre Francisco Mazur (De 2005 até 2013)
Padre Albino Czanovski (2013)
Padre Antonio Carlos Iancoski Portes (2013…Atual)

Padres que atuaram neste Santuário como Vigário-Paroquial

Padre Leopoldo Klemba
Padre Lourenço Mika
Padre Marco Aurélio Soares da Costa
Padre Antonio Carlos Iancoski Portes
Padre Eliseu Wisniewski
Padre Albino Czanovski
Padre Stanislaw Slowik (2016… Atual)
Padre Eder Fabrício Lourenço (2017)
Padre Leocádio Zytkowski (2018…Atual)


Histórico de Arcebispado

Dom José Francisco Braga (1926 a 1935 – Arcebispo Metropolitano de Curitiba) in memorian
Dom Ático Eusébio da Rocha (1935 a 1950 – Arcebispo Metropolitano de Curitiba) in memorian
Dom Manuel da Silveira D’Elboux (1950 a 1970 – Arcebispo Metropolitano de Curitiba) in memorian
Dom Inácio Krause (1961 a 1966 – Bispo Auxiliar de Curitiba) in memorian
Dom Pedro Antonio Marchetti Fedalto (1973 – Arcebispo Metropolitano de Curitiba) Arcebispo emérito de Curitiba
Dom Domingos Gabriel Wisniewski (1977) in memorian
Dom Ladislau Biernaski (1979 – Bispo Auxiliar de Curitiba) in memorian
Dom Izidoro Kosinski (2001 – Bixpo Auxiliar nas Celebrações do Crisma) in memorian
Dom Moacyr José Vitti (2004 a 2006 – Arcebispo Metropolitano de Curitiba) in memorian

Criação da Diocese de São José dos Pinhais

Dom Ladislau Biernaski (2006 a 2012 – Bispo Diocesano de São José dos Pinhais) in memorian
Dom Francisco Carlos Bach (2012 a 2017 – Bispo Diocesano de São José dos Pinhais) Transf. Diocese Joinville
Dom Celso Antônio Marchiori (2017…) – Bispo atual